La Breña e Pântanos de Barbate / Zahara de los Atunes | Cádiz Província



Imágenes

Descrição

Fazer caminhadas desde Zahara de los Atunes.
A partir das paisagens de Barbate até a Canos de Meca e cidades interiores até Vejer de la Frontera encontra-se um dos parques naturais com menor extensão da Andaluzia, com cerca de 5.000 hectares, trata-se do Parque Natural de la Breña e Pântanos de Barbate.

Nele distingue-se cinco diferentes ecossistemas: marinha, falésia, florestas de pinheiros, pântanos e sistemas de dunas. Destaca a impressionante Tajo de Barbate, com mais de 100 metros de altura, constitui a falésia mais conhecida do Atlântico Andaluz.

Para contemplar de perto este espetáculo e deliciar os sentidos, o melhor é fazer um passeio de barco desde o porto de Barbate até as suas cristalinas águas azul-turquesas, onde também se praticam o mergulho e snorkel.

Pode-se distinguir nas suas falésias, mesmo apresentando erosões provocados pelo vento e água, fontes de água potável com descargas em pequenos riachos, que são os conhecidos Caños. Junto aos arbustos e figueiras crescem plantas típicas de ambientes salinos como almajos, barillas ou siemprevivas. Nas cavidades das pedras se criam muitas garças, corvos, e gaivota de patas amarelas, falcão peregrino, vuelvepiedras e Fusela. Entre as aves de rapina incluem a águia pesqueira, a coruja e o gavião.

Os amantes de parapente e asa-delta dispõem neste espaço de lugares ideais a prática destes desportos, inclusive uma escola de voo livre em Vejer de la Frontera.
Esta biodiversidade se multiplica nos pântanos e lagoas, onde coabitam um grande número de aves na área de nidificação e passagem de migração. Um passeio pelo seu interior irá te permitir fotografar o pato-real, galeirão, pato-colhereiro, e até mesmo algum pequeno mergulhão, garça real ou imperial. Entre os juncos se observam ouriços, rouxinol bastardos e toutinegra.

Os pinheiros pinar de La Breña é outra paisagem característico. A sua intensa de reflorestamento para conter as dunas móveis lhe tornam na maior floresta de pinho de Cádis, na qual se aproveitam abacaxi e pinhões. Neste lugar, o cheiro de pinho se mistura com o alecrim e lavanda que, junto com palmito, espinheiro preto, e até mesmo de vassoura ou mastique, formam o matagal do existente Mediterrâneo. A floresta de pinheiros estende-se até a margem da falésia, onde as florestas de pinheiro coexiste com florestas de zimbro. Entretanto melhor é andar a cavalo, com destaque para o caminho da Torre del Tajo que culmina com um harmonioso panorama. Esta é uma das torres de vigia que no século XV e XVI alertavam a cidade por causa navios piratas e que, posteriormente, presenciaram a batalha de Trafalgar.

Mas desde os domínios fenícios, o papel do mar foi fundamental para a pesca de atum na armação e salga. Barbate ainda sendo um grande centro de pesca, com destaque ao seu porto comercial e à sua atração pela pesca. No estuário são capturadas lisas e enguias e no pântano, douradas e linguados. Desta forma, o visitante irá adquirir in situ produtos atum salgado, seco e ovas curadas.

Desfrute de uma terra fantástica como é a Costa de la Luz e da sua ótima temperatura em grande parte do ano.

Dados de contacto

Estes são os dados de contacto de La Breña e Pântanos de Barbate / Zahara de los Atunes para que possas fazer a tua reserva ou pedir as informações qe necessites

Morada: Parque Natural La Breña

Telefone/Fax: 956 590 071

728 Visitas

Características

  • Natureza
  • Atividades de aventura para empresas

Outros sítios e alternativas Costasur

Outras páginas deste destino